BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

POLÍCIA FEDERAL

RIO GRANDE DO NORTE

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

JUSTIÇA RECEBE DENÚNCIA DO MPF E AFASTA DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL


O delegado federal Adauto Gomes da Silva Júnior foi afastado de suas atividades sob acusação de ter favorecido um traficante que era investigado pela própria unidade da Polícia Federal de Mossoró. O delegado teria passado informações sobre a investigação para o traficante e acabou sendo descoberto. Ele foi afastado do cargo e ficará sem receber salários, até que o processo seja concluído. Adauto é de Mossoró e já chefiou a Delegacia da Polícia Federal na cidade. Ultimamente ele trabalhava na PF em Natal.
O afastamento do delegado foi divulgado ontem pela assessoria de imprensa do Ministério Público Federal. De acordo com a nota da Procuradoria da República, a acusação contra Adauto Gomes é de violação do sigilo funcional, quando passou informações privilegiadas a um traficante, e colaboração com o tráfico de entorpecentes, já que seu fim seria evitar que o investigado fosse preso. A atitude do delegado, segundo o MPF, atrapalhou a investigação que objetivava desarticular uma organização criminosa de tráfico interestadual, que começou em 2010 e resultou na prisão de inúmeras pessoas.
A quadrilha vinha sendo monitorada pela Polícia Federal através de escutas telefônicas, feitas com autorização judicial. Em uma ligação entre Ikaro Mikael da Silva Jacome, "Cabeção", de 22 anos, um dos traficantes, e Karlla Micaelly Fernandes da Silva, foi descoberto o acesso dela a informações privilegiadas sobre uma operação que seria feita pela PF de Mossoró. No telefonema, ela informou que teria recebido informações de um "amigo" dizendo que a Polícia iria fazer "um raio-X em tudo". Até esse momento, esse tal amigo ainda era desconhecido pelos agentes que monitoravam o traficante.
A partir disso, foi pedida também a interceptação telefônica dela para descobrir quem seria esse tal amigo. Com base nas ligações feitas por essa mulher, os policiais chegaram ao delegado Adauto Gomes. Os policiais federais observaram que, minutos antes de realizar chamadas para Ikaro Jácome, Karlla Micaelly recebeu um telefonema de determinado número. As investigações verificaram várias outros contatos telefônicos com o mesmo celular, que consta no cadastro de informações dos servidores da PF como sendo do delegado Adauto Gomes da Silva Júnior, que acabou sendo descoberto.
Outro indício da ligação de Adauto com a informante do traficante aconteceu no dia 15 de março do ano passado, quando ele esteve em Mossoró, numa missão policial, e buscou informações no Núcleo de Operações de Inteligência da PF em Mossoró justamente sobre Ikaro Jácome. O interesse de Adauto sobre a investigação contra o referido traficante foi confirmado pelos policiais do Núcleo, que prestaram depoimento ao Ministério Público Federal. O traficante, com base nas informações do delegado, mudou sua postura para tentar fugir da investigação e evitar que fosse preso.
Ainda conforme a nota do Ministério Público Federal, após o alerta, "Ikaro Jácome passou a utilizar outros números de telefone celular, diminuindo a quantidade de conversas mantidas por telefone com seus sócios no tráfico, dificultando as investigações". Karlla também foi ouvida na investigação contra o delegado e confirmou que havia sido avisada por Adauto sobre a operação que seria feita em Mossoró de combate ao tráfico. Com isso, ela procurou Ikaro e o orientou a se desfazer do chip "grampeado". Foi aí que a PF passou a ter mais dificuldades para conseguir monitorá-lo.

MPF pediu a prisão do delegado Adauto Gomes
A Justiça Federal negou o pedido de prisão preventiva contra o delegado Adauto Gomes, feito pelo Ministério Público Federal. A Justiça negou a prisão, mas determinou o afastamento imediato do delegado. Adauto estava trabalhando na Delegacia de Combate a Crimes Fazendários em Natal.
Ainda segundo o texto que foi divulgado pelo MPF, os procuradores afirmaram na denúncia contra Adauto que ele havia atuado como informante do tráfico de drogas, utilizando-se da função de delegado da Polícia Federal e, consequentemente, tendo acesso a dados que eram totalmente restritos.
"Dessa forma, colaborou como informante de organização destinada à prática dos crimes previstos na lei de tóxicos", destacaram os procuradores através de nota divulgada.
A parte investigatória da conduta do delegado já foi concluída e o Ministério Público Federal o denunciou por violação do sigilo funcional e colaboração com o tráfico de drogas, crimes considerados de natureza extremamente grave.
O processo agora está na Justiça Federal e o delegado pode até ser expulso da PF.
A reportagem do DE FATO tentou contato com o policial ontem à tarde na Delegacia de Combate a Crimes Fazendários em Natal, mas foi informada que ele estava afastado de suas funções.
Não foi informado nenhum telefone de contato para que o policial se pronunciasse sobre a acusação que recai contra ele.
O advogado Gilmar Fernandes, que acompanhou Adauto em outro processo que respondeu por tortura (foi inocentado), afirmou que não iria se pronunciar até que seja oficializado no caso

FONTE: JORNAL DE FATO, EDITADO EM MOSSORÓ, EDIÇÃO DO DIA 20 DE DEZEMBRO DE 2011(3ª-FEIRA) - JORNALISMO DE VERDADE. FOTO EXTRAÍDA DO JORNAL O MOSSOROENSE

JUSTIÇA RECEBE DENÚNCIA DO MPF E AFASTA DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL

JUSTIÇA RECEBE DENÚNCIA DO MPF E AFASTA DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

NOVA SEDE DA POLÍCIA FEDERAL EM MOSSORÓ


A solenidade será realizada às 17h do dia 9 de fevereiro de 2011 (quarta-feira),no imóvel localizado na Rua Jornalista Jorge Freire nº 100 (esquina com a Rua Duodécimo Rosado), bairro de Nova Betânia.

Edificada em um terreno de 3.110 m² a nova Delegacia possui praticamente o dobro de área construída em relação ao antigo prédio e assim, terá condições de proporcionar não só um maior conforto aos seus funcionários e ao público em geral, como também, oferecer uma melhor qualidade de atendimento a todos aqueles que procuram os serviços da Instituição em Mossoró.

Ainda na quarta-feira, por volta das 15h, será feito o lançamento da pedra fundamental da futura sede própria da Delegacia da PF em Mossoró em um terreno de 14.000 m² situado na Av. Francisco Mota, s/n - BR 110 - Km 48.

HISTÓRICO

Inaugurada no dia 4 de março de 2004, a Delegacia da Polícia Federal possui uma abrangência circunscricional de 60 municípios da região oeste potiguar e foi criada através da Portaria nº 1.353, de 16.09.2003, por ato do então Ministro da Justiça, Márcio Thomás Bastos.

quinta-feira, 25 de março de 2010

SINDICATO DOS SERVIDORES DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DO RN


SINDICATO DOS SERVIDORES DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL NO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, FUNDADO NO DIA 18 DE MAIO DE 1990, SITUADO NA RUA POTENGI, N. 612, PETRÓPOLIS, NATAL/RN

AS DIRETORIAS

1ª Diretoria do SINPEF/RN

- Eleita em Assembléia Geral Extraordinária para o período de 18/05/1990 a 13/12/1990.
Presidente: Ailton Pinto Castro
Vice-Presidente: Francisco Sérgio Bezerra Pinheiro
1º Secretário: Luciano Alberto Freire Prado
2º Secretário: Raimundo Ivan de Castro e Silva
1º Tesoureiro: Daladier de Freitas Noca
2º Tesoureiro: Jorge Alves de Oliveira
1º Diretor de Assistência: Tárcis Campos Trigueiro Neto
2º Diretor de Assistência: Francisco das Chagas Ferreira Fontes
1º Diretor de Assuntos Trabalhistas: Fernando César de Oliveira Mota
2º Diretor de Assuntos Trabalhistas: Waldeça Farias Monteiro da Silveira
1º Diretor de Relações e Comunicações: Jaime Hindembergue Ferreira de Souza
2º Diretor de Relações e Comunicações: Rildo Tarquino de Albuquerque
Procurador Sindical: Antônio Carlos de Lira Fraga

Conselho Fiscal, efetivos:
- Getúlio Fernandes da Silva
- Odaléia Batista de Oliveira

histórico e diretoria

Diretoria e Conselho Fiscal, 1990– 1992.

Presidente: Luciano Alberto Freire Prada;
Vice-Presidente: Francisco Sérgio Bezerra Pinheiro;
Primeiro Secretário: Waldeça Farias Monteiro da Silveira;
Segundo Secretário: Raimundo Ivan de Castro e Silva;
Primeiro Tesoureiro: Daladier de Freitas Noca;
Segundo Tesoureiro: Ladjane Fernandes de Lima;
Primeiro Diretor de Assistência: Társis Campos Trigueiro Neto;
Segundo Diretor de Assistência: Francisco das Chagas Ferreira Fontes;
Primeiro Diretor de Assuntos Trabalhistas: Fernando César de Oliveira Mota;
Segundo Diretor de Assuntos Trabalhistas: Rildo Tarquínio de Albuquerque;
Primeiro Diretor de Relações e Comunicações: Ailton Pinto Castro;
Segundo Diretor de Relações e Comunicações: Jaime Hindembergue Ferreira de Souza;
Procurador Sindical: Antônio Carlos de Lira Fraga.

Conselho Fiscal:
Getúlio Fernandes da Silva;
Odalea Batista de Oliveira;
Celso Dutra Júnior;

histórico e diretoria

Diretoria e Conselho Fiscal, Triênio 1992– 1995.

Presidente: Francisco Sérgio Bezerra Pinheiro;
Vice-Presidente: Luciano Alberto Freire Prada;
Secretário Geral: Ailton Pinto Castro;
Primeiro Secretário: Társis Campos Trigueiro Neto;
Diretor Financeiro: Daladier de Freitas Noca;
Vice-Diretor Financeiro: Waldeça Farias Monteiro da Silveira;
Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Luiz Antônio Costa;
Vice-Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Ageu Lima Dantas Medeiros;
Diretor Jurídico: Renato Jevson;
Vice- Diretor Jurídico: Raimundo Ivan de Castro e Silva.

Conselho Fiscal:
Celso Dutra Júnior;
Orlando Donato Rocha;
Alberto Barros da Rocha Júnior.

Suplentes:
Odaleia Batista de Oliveira;
Rildo Tarquínio de Albuquerque;

Diretoria e Conselho Fiscal, Triênio 1995– 1998.

Presidente: Francisco Sérgio Bezerra Pinheiro;
Vice-Presidente: Waldeça Farias Monteiro da Silveira;
Secretário Geral: Antônio Carlos de Lira Fraga;
Primeiro Secretário: Edgar de Freire Passos;
Diretor Financeiro: Daladier de Freitas Noca;
Vice-Diretor Financeiro: Francisco Ediberto Rodrigues de Medeiros;
Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Luiz Antônio Costa;
Vice-Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Valderedo Nogueira de Araújo;
Diretor Jurídico: Raimundo Ivan de Castro e Silva;
Vice- Diretor Jurídico: Heriberto Chagas de Oliveira.

Conselho Fiscal:
Celso Dutra Júnior;
Társis Campos Trigueiro Neto;
Odaleia Batista de Oliveira.

Suplentes:
Rildo Tarquínio de Oliveira;
Israel de Souza Hercules;

Jaime Hindembergue Ferreira de Souza.

Diretoria e Conselho Fiscal, Triênio 1998– 2001.

Presidente: Francisco Sérgio Bezerra Pinheiro;
Vice-Presidente: Raimundo Ivan de Castro e Silva;
Secretário Geral: Márcio Pimentel de Almeida;
Primeiro Secretário: Edgar de Freire Passos;
Diretor Financeiro: Daladier de Freitas Noca ;
Vice-Diretor Financeiro: Fernando José Rodrigues;
Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Luiz Antônio Costa;
Vice-Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Mário Hélio Leite da Costa;
Diretor Jurídico: Antônio Carlos de Lira Fraga;
Vice- Diretor Jurídico: Hércules Richardson Daniel de Albuquerque.

Conselho Fiscal:
Waldeça Farias Monteiro da Silveira;
Társis Campos Trigueiro Neto;
Rildo Tarquino de Albuquerque.

Suplentes:
Odaleia Batista de Oliveira;
Ubaldo Otaviano de Matos Filho;
Antonio Edmilson Fernandes.

Diretoria e Conselho Fiscal, Triênio 2001– 2004.

Presidente: Odilon Benício Júnior;
Vice-Presidente: Ailton Pinto Castro;
Secretário Geral: Pedro Florêncio Filho;
Primeiro Secretário: Cláudio Ataíde Guilherme;
Diretor Financeiro: Francisco José Silva;
Vice-Diretor Financeiro: Arnaldo Zanin Rodrigues;
Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: João da Fonseca Moura Neto;
Vice-Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Geíza Maria Queiroz do Amaral ;
Diretor Jurídico: José Arnor da Silva;
Vice- Diretor Jurídico: José Pereira de Melo.

Conselho Fiscal:
Ivan Pereira da Costa;
Agamenon Bezerra;
José Adson Máximo da Silva.

Suplentes:
Pedro Edvaldo de G. Brandão;
Elsenira Peixoto Barbalho;
Henrique Hélio Bezerra Soares.

Diretoria e Conselho Fiscal, Triênio 2004 – 2007.

Presidente: José Arnor da Silva;
Vice-Presidente: Antônio Edmilson Fernandes;
Secretário Geral: Odilon Benício Júnior;
Primeiro Secretário: Francisco das Chagas Ferreira Fontes;
Diretor Financeiro: Lázaro de Betânia Costa;
Vice-Diretor Financeiro: Waldeça Farias Monteiro da Silveira;
Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Heriberto Chagas de Oliveira;
Vice-Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Francisco das Chagas F. de Queiroz;
Diretor Jurídico: Ailton Pinto Castro;
Vice- Diretor Jurídico: Ricardo Jorge de Oliveira Barbosa.

Conselho Fiscal:
Ivan Pereira da Costa;
José Adson Máximo da Silva;
Giovany da Silva Batista.

Suplentes:
Henrique Hélio Bezerra Soares;
Aridalva Tavares Câmara;
Arnaldo Zanin Rodrigues.

ATUAL DIRETORIA

Presidente: José Arnor da Silva
Vice-Presidente: Cláudio Ataíde Guilherme
Secretario Geral: Odilon Benicio Junior
Primeiro Secretário: Francisco das Chagas Ferreira Fontes
Diretor Financeiro: Lázaro de Betânia Costa
Vice-Diretor Financeiro: Francisco Alcione Torres Garcia
Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Ricardo Jorge de Oliveira Barbosa
Vice-Diretor de Assistência Inativos e Pensionistas: Ivan Pereira da Costa
Diretor Jurídico: Alberto Lima de Almeida
Vice - Diretor Jurídico: Giovany da Silva Batista
Representante Regional Titular em Mossoró/RN: Paulo Kleber de Oliveira Nascimento
Representante Regional Substituto em Mossoró/RN: Larice Ramos Medeiros Velloso.

Conselho Fiscal:
José Adson Máximo da Silva
Mario Helio Leite da Costa
Francisco de Assis Coutinho Fernandes.

Suplentes:
Alberto Barros da Rocha Junior
Ivoneide de Lima Oliveira.


PORTAL OESTE NEWS

PORTAL OESTE NEWS
O QUE VOCÊ QUER PESQUISAR, VOCÊ ENCONTRA EM UM ÚNICO LOCAL, NO "PORTAL OESTE NEWS", A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E ATUAIS DE MINHA QUERIDA E AMADA TERRA POTIGUAR, COM 13 BLOGS, 1067 LINKS, DOIS ORKUTS, UM TWITTER, UM MSN E UMA PÁGINA MUSICAL, TOTALIZANDO 1085 ENDEREÇOS ELETRÔNICOS NA WEB. CRIADO A 28 DE DEZEMBRO DE 2008, PELO STPM JOTA MARIA, COM A COLABORAÇÃO DE JOTAEMESHON WHAKYSHON, JULLYETTH BEZERRA E JOTA JÚNIOR # 100 % NORTE-RIO-GRANDENSE. ACESSE E CONFIRA!

Quem sou eu

Minha foto
SUBTENENTE PM DA RESERVA REMUNERADA DA GLORIOSA E AMADA POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. PASSEI POR TODAS AS GRADUAÇÕES DA PM, DESDE SOLDADO ATÉ SUBTENENTE. DURANTE MEUS 30 ANOS DE ESTADO EFETIVO TRABALHEI EM 18 CIDADES, EXERCI AS FUNÇÕES DE COMANDANTE DE DESTACAMENTO, COMANDANTE DE PELOTÃO, TESOUREIRO, DELEGADO DE POLÍCIA NOS MUNICÍPIOS DE APODI, DR. SEVERIANO, FELIPE GUERRA, ITAÚ, RODOLFO FERNANDES, GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO, TENENTE ANANIAS, MARCELINO VIEIRA E SEVERIANO MELO.NOS DESTACAMENTOS, PELOTÕES E COMPANHIAS SEMPRE EXERCI A FUNÇÃO NA BOROCRACIA, DAÍ APRENDI A ELABORAR TODOS OS TIPOS DE DOCUMENTOS POLICIAIS MILITARES; COMO DELEGADO DE POLÍCIA E ESCRIVÃO DE POLÍCIA INSTAUREI MAIS DE 300 INQUÉRITOS POLICIAIS, ALÉM DE TER SIDO ESCRIVÃO EM VÁRIOS INQUÉRITOS POLICIAIS MILITARES, INQUÉRITOS TÉCNICOS E SINDICÂNCIA, ASSIM SENDO, APRENDI A INSTAURAR QUAISQUER PROCEDIMENTOS INVESTIGATIVOS POLICIAIS MILITARES. PORTANTO, NA MEDIADA DO POSSIVEL VOU LEVAR MEU CONHECIMENTO ATÉ VOCÊ, ATUAIS E FUTUROS POLICIAIS MILITARES, AGENTES DE POLÍCIA, ESCRIVÃO DE POLÍCIA E BACHAREIS. CONFIRA...